Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

songs-by-night
No comando: Songs by Nigth

Das 00:00 as 02:00

cafeina
No comando: Cafeína

Das 02:00 as 06:00

levanta-rio-grande
No comando: Levanta Rio Grande

Das 06:00 as 08:00

sintonia-agora-vai
No comando: Sintonia livre

Das 08:00 as 12:00

domingo-nativo
No comando: Domingo Nativo

Das 08:00 as 13:00

festival-da-trinca
No comando: Festival da Trinca

Das 08:00 as 13:00

hora-do-aviso
No comando: A Hora do Aviso

Das 12:00 as 13:00

velhas-e-boas
No comando: Velhas e Boas

Das 13:00 as 14:00

conexao-teste
No comando: Conexão 103

Das 14:00 as 17:30

rancho-crioulo
No comando: Rancho Crioulo

Das 17:30 as 19:00

voz-do-brasil
No comando: A Voz do Brasil

Das 19:00 as 20:00

dona-da-noite
No comando: Dona da Noite

Das 20:00 as 00:00

RS apresenta queda nos homicídios e latrocínios no primeiro semestre de 2018

Compartilhe:
criminalidadee-2018

Os crimes contra a vida mantiveram, no primeiro semestre de 2018, a tendência de queda no Rio Grande do Sul. O balanço dos dados estatísticos da criminalidade, apresentado pela Secretaria da Segurança Pública (SSP) nesta terça-feira (10), aponta redução de 35,6% nos índices de latrocínio e 25,7% nos homicídios, em comparação ao mesmo período no último ano.

Em Porto Alegre, as ocorrências de homicídio doloso diminuíram 19,8% e as de latrocínio 30%. A diminuição do número de vítimas fatais nos índices de homicídio doloso também se manteve, chegando a 25,7% no estado e 19,8% em Porto Alegre – um total de 393 mortes a menos no RS e 56 vítimas a menos em Porto Alegre, em comparação com o mesmo período em 2017.
Ao todo, 17 indicadores são analisados. Eles representam os crimes de maior potencial ofensivo contra a vida e contra o patrimônio. Confira, abaixo, a relação completa dos indicadores apresentados pelo secretário Cezar Schirmer, em entrevista coletiva:
– Homicídio doloso: – 25,7%
– Latrocínios: – 35,6%
– Furtos: – 14,2%
– Abigeato: – 29,7%
– Furto de veículos: – 15,5%
– Roubos: – 22,7%
– Roubos de veículos: – 8,6%
– Estelionato: – 5,9%
– Furtos de bancos: – 32,4%
– Roubo de bancos: – 6,1%
– Furto de comércio: – 22,8%
– Roubo de comércio: – 29,8%
– Roubo de usuários de transporte coletivo: – 55,9%
– Roubo de profissionais de transporte coletivo: – 35,7%
– Ameaça contra mulheres: – 5%
– Lesão corporal contra mulheres: – 5,3%
– Estupro de mulheres: 3,9%
Fonte: Portal do Rio Grande do Sul
Foto: Rodrigo Ziebell/ SSP

Importante: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site ou da Rádio Itapuã FM.

Deixe seu comentário: